Ingenuidade

por Misha Gibson, que prefere a pureza

171 Todo Dia

Terça, 28 De Agosto De 2018 ás 06:00

Aconteceu uns dias atrás um festival chamado LoveLoud , que tem engajamento total do Imagine Dragons. Sabe aquela banda indie?

O festival é apoiado pelo I.D. porque o vocalista da banda é mórmon e contrário a ideia que o público LGBTQ+ não seja amado por Deus, nem possa se relacionar (de qualquer forma) com mórmons. E isso acabou crescendo depois do número cada vez mais alarmante de adolescentes que acham na morte o caminho para a sua dor. Não só por conta do abandono desse público LGBTQ+, mas também por conta de doenças como ansiedade, depressão.

Imagine Dragons ocupa um espaço vago na minha vida desde a morte de Renato Russo. E considerando que passei a maior parte da minha adolescência ouvindo e idolatrando a Legião Urbana, o espaço era grande. Quando vi a apresentação do I.D. no festival deste ano pela internet, eu me fiz uma pergunta que ainda está ecoando nos meus ouvidos e buzinando na minha cabeça. Será que as mudanças são defendidas com tanto engajamento apenas pelas pessoas mais ingênuas?

O vídeo da apresentação da banda é tão bonito de ver, as cores, o clima, e acima de tudo a entrega das pessoas, tudo tem uma vibração energética... E emotiva também. Ver o comprometimento das pessoas lá, a entrega apaixonada delas foi emocionante. E me fez pensar em como essas pessoas também têm uma ingenuidade, uma pureza intrínseca. Será que isso era apenas por causa da juventude ou pela causa? Será que estava ligado a banda ou a inclusão? Será que a banda estava lá pela causa ou pela auto-promoção?

Será que eu estou imaginando a ingenuidade das pessoas e assim, acabo eu sendo a ingênua nessa história? Ou será que sou ingênua por acreditar que o motivo das pessoas possa ser a inclusão, mais do que o poder e o dinheiro? Será que a minha vontade de acreditar que possam existir pessoas que defendem o bem altruisticamente e que não tenham vergonha de exibir suas causas me cega para o verdadeiro motivo da movimentação delas?

Pensando bem, talvez o que tenha me maravilhado não tenha sido a ingenuidade, mas a pureza - da banda, do público, ou minha. Não necessariamente nesta mesma ordem, inclusiva ou exclusivamente. De fato, qualquer pureza é raridade.




171 Todo Dia

Três amigos se revezando, a cada semana, para mostrar o cotidiano de um jeito absolutamente normal.

E-mail: 171tododia@gmail.com

Enquete

Qual o seu candidato a Presidente em 2022?

LulaBolsonaroCiro GomesLuciano HuckOutro

Av. Afonso Pena, 2440 • Centro Empresarial Afonso Pena

11º Andar - Sala 112 - Centro • CEP 79002-074

(67) 3384-6571

(67) 8135-0202